Lebução fica situada em lugar alto e aprazível, na margem esquerda do rio Calvo, entre montanhas onde o tempo guardou riquezas e mistérios. A 25km da sede do concelho, goza de um clima de montanha com invernos frios, verões quentes e de paisagens deslumbrantes.

É uma aldeia tradicionalmente vocacionada para a agricultura (centeio, batata, castanha e vinho) e para o comércio de largas tradições. Em tempos remotos, Lebução, foi o centro das transacções comerciais de uma enorme área circundante, que se efectuavam por troca directa de produtos.

Monumentalmente, a Igreja abraça, do alto das suas torres sineiras, todo o casario disposto em anfiteatro e chama os fiéis à oração. É obra da renascença, de muros altos e bem alinhados, construção de uma só nave. O retábulo do altar-mor, é de apreciável valor artístico, com colunas salomónicas e motivos ornamentais e simbólicos, realçando as arquivoltas que guarnecem a abóbada polícroma da tribuna.O Orago da freguesia é S. Nicolau, mas a principal referência religiosa desta terra é Nossa Senhora dos Remédios, que tem o seu dia no calendário religioso - 8 de Setembro.

Aqui, como em todo o Nordeste de Portugal, usa-se uma linguagem oral, um conjunto de termos e expressões que, pouco a pouco, se vão perdendo com a partida dos mais idosos.

A hospitalidade está presente nas vivências diárias, marcadas por um espírito de partilha e solidariedade. A porta das casas de Lebução está sempre aberta para receber, à boa maneira transmontana, "quem vier por bem".


A ideia deste Blogue, surgiu da necessidade de preservar a identidade desta comunidade, aproximando todos os Lebuçanenses da sua terra natal.

A feira do Folar de Valpaços

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

O alecrim é uma das ervas mais completas em termos de benefícios à saúde




Quem já não ouviu falar nas mil e uma utilidades do alecrim? O alecrim é uma das ervas mais completas em termos de benefícios à saúde. Devido às suas propriedades, ele já se tornou frequente objeto de estudo de cientistas.

Também chamada de “erva da alegria”, seus óleos essenciais favorecem a produção de neurotransmissores responsáveis pelo bem-estar. O alecrim é muito utilizado como aromatizante de ambientes, por ter odor agradável, e realça os sabores de alimentos como assados, carnes, legumes, molhos e pães. Além disso, o alecrim também traz muitos benefícios para pele e cabelos.

Propriedades Medicinais do Alecrim

O alecrim atua como antiinflamatório, relaxante muscular, fortificante, cicatrizante, antisséptico e bactericida. Outra boa notícia é que a erva possui grandes quantidades de substâncias antioxidantes, capazes de retardar o envelhecimento das células e eliminar toxinas de nosso organismo.

O alecrim ainda é muito rico em vitaminas e minerais, como vitamina B6, vitamina B2, vitamina A, vitamina C, ferro, magnésio, fósforo, zinco, cálcio e outros antioxidantes.

O alecrim ajuda no tratamento de:
reumatismo;
depressão;
cansaço;
má circulação;
gases intestinais;
insônia;
dores de cabeça;
cólicas menstruais;
feridas que precisam ser cicatrizadas.















































domingo, 18 de fevereiro de 2018

Esta linda cortina de árvores, que dava cor às estações, foi selvaticamente abatida





Esta linda cortina de árvores, que dava cor às estações, foi selvaticamente abatida. Uma senhora disse-me_as árvores eram nossas e estavam a dar cabo do terreno.
E eu digo_perdoai-lhes Senhor, porque não sabem o que fazem!
E a estrada que atravessa o Calvo, e liga Tinhela a Monte d'Arcas, nunca mais foi a mesma.
Em Tinhela, na margem direita do rio Calvo.















































sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Humilde candeia acesa em casa do cavador


Foto retirada da Internet


Humilde candeia acesa
em casa do cavador;
luz da pobreza – bendita!
luz infinita do Amor!

Vem p´la noite negra adiante
um homem que se perdeu…
Vê no escuro uma estrelinha,
lá tão distante…
mas na terra, não no céu…

E diz-lhe a vaga luzinha:
– Olha p´ra mim, e caminha,
Vem até mim, que sou eu…

E ele chega àquela porta,
nela bateu…
Abre-se a porta, e ei-la acesa
-parece o Sol! –
em casa do cavador;
luz da pobreza – bendita!
luz infinita do Amor!

António Correia de Oliveira















































quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Requiem para um acordo ortográfico




Era uma vez um Acordo
Que de tão mal acordado 
Causou zanga e confusão
Deixou tudo baralhado
O cágado ficou cagado,
Coitado do animal
Tão envergonhado estava
Que deixou de dar sinal
Os egitos no Egito
Não sabiam que fazer
Se ficar pelas pirâmides 
Se beber para esquecer
O junho ficou minúsculo
Todos os outros também 
Gritava o dezembro, fulo:
- Sou agora um Zé-Ninguém !
O pára passou a para
Mas que grande confusão
O trânsito ficou parado
Andava-se em contramão
O pêlo chamado pelo
E já ninguém se entendia
Uns rezavam ao Diabo 
Outros à Virgem Maria
O facto ficou de fato
Mas não lhe serviu de nada
E reclamava sempre:
- Sem o meu “c” não sou nada!
A receção sem o “p”
Sentia-se mesmo mal
Andava tão chateada
Que foi para tribunal.
- Que saudades do meu “c”!
Lamentava-se o noturno
Grande farrista que era
Tornou-se muito soturno.
Espetadas e espetadinhas
Fugiam dos espetadores
Tinham fama de sexistas
Os desonestos senhores
Vivesse o douto poeta
Homem de bom critério
Diria hoje decerto:

- Vós que lá do vosso império
Decretais Acordo novo
Calai-vos, que pode o povo
Querer um Português a sério!
















































quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

A Quarta-feira de Cinzas representa o primeiro dia da Quaresma



A Quarta-feira de Cinzas representa o primeiro dia da Quaresma no calendário gregoriano, podendo também ser designada por Dia das Cinzas e é uma data celebrada por alguns elementos da comunidade cristã.

A data é um símbolo do dever da conversão e da mudança de vida, para recordar a passageira fragilidade da vida humana, sujeita à morte. Coincide com o dia seguinte à terça-feira de Carnaval e é o primeiro dos 40 dias (Quaresma) entre essa terça-feira e a sexta-feira (Santa) anterior ao domingo de Páscoa.

A origem deste nome é puramente religiosa. Neste dia, é celebrada a tradicional missa das cinzas. As cinzas utilizadas neste ritual provêm da queima dos ramos abençoados no Domingo de Ramos do ano anterior. A estas cinzas mistura-se água benta. De acordo com a tradição, o celebrante desta cerimonia utiliza essas cinzas húmidas para sinalizar uma cruz na fronte de cada fiel, proferindo a frase “Lembra-te que és pó e que ao pó voltarás” ou a frase “Convertei-vos e crede no Evangelho”.

Na Quarta-feira de Cinzas (e na Sexta-feira Santa) a Igreja Católica aconselha os fiéis a fazerem jejum e a não comerem carne. Esta tradição já existe há muitos anos e tem como propósito fazer com que os fiéis tomem parte do sacrifício de Jesus. Assim como Jesus se sacrificou na cruz, aquele que crê também pode fazer um sacrifício, abstendo-se de uma coisa que gosta, neste caso, a carne.
Fonte: Significados
















































terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

O Carnaval é um festival do cristianismo ocidental que ocorre antes da estação litúrgica da Quaresma






Carnaval é um festival do cristianismo ocidental que ocorre antes da estação litúrgica da Quaresma. Os principais eventos ocorrem tipicamente durante fevereiro ou início de março, durante o período historicamente conhecido como Tempo da Septuagésima (ou pré-quaresma). O Carnaval normalmente envolve uma festa pública e/ou desfile combinando alguns elementos circenses, máscaras e uma festa de rua pública. As pessoas usam trajes durante muitas dessas celebrações, permitindo-lhes perder a sua individualidade quotidiana e experimentar um sentido elevado de unidade social.
O consumo excessivo de álcool,de carne e outros alimentos proscritos durante a Quaresma é extremamente comum. Outras características comuns do carnaval incluem batalhas simuladas, como lutas de alimentos; sátira social e zombaria das autoridades e uma inversão geral das regras e normas do dia-a-dia.

O termo Carnaval é tradicionalmente usado em áreas com uma grande presença católica. No entanto, as Filipinas, um país predominantemente católico romano, não comemora mais o Carnaval desde a dissolução da festa de Manila em 1939, o último carnaval no país. Nos países historicamente luteranos, a celebração é conhecida como Fastelavn e em áreas com uma alta concentração de anglicanos e metodistas, as celebrações pré-quaresmais, juntamente com observâncias penitenciais, ocorrem na terça-feira de carnaval. Nas nações eslavas ortodoxas orientais, o Maslenitsa é celebrado durante a última semana antes da Grande Quaresma. 
O Carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XX. A cidade de Paris foi o principal modelo exportador da festa carnavalesca para o mundo. Cidades como Nice, Santa Cruz de Tenerife, Nova Orleans, Toronto e Rio de Janeiro se inspiraram no Carnaval parisiense para implantar suas novas festas carnavalescas. Já o Rio de Janeiro criou e exportou o estilo de fazer carnaval com desfiles de escolas de samba para outras cidades do mundo, como São Paulo, Tóquio e Helsínquia.
Fonte: Wikipedia
















































segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

anoitece na minha terra





Quando anoitece lá fora, aqui dentro faz tédio
Mesmo querendo fugir
Quando tento escapar, chego ainda mais perto

Meu subconsciente
Vai atrás do seu corpo
Tô viajando há horas
Quanto tempo demora pra eu poder ficar louco?

É só você e mais nada
Aceito esse amor unilateral
Você e mais nada
Sem ele fico mal

Não há razões para não ser feliz
Mas pra ser feliz, preciso de uma razão
E o motivo é você, sempre foi você
O fantasma do meu coração
Luan Santana